No setor automotivo, existem distintos tipos de frota: a própria, a terceirizada, a mista e alugada. Isso se refere à forma como o gestor escolhe administrar os veículos dentro da sua empresa, porém há também a distinção sobre a modalidade em que a frota opera. É como um subtipo.

Cada uma delas tem suas particularidades e opera de forma diferente, por isso é imprescindível que o gestor conheça cada tipo e reconheça qual delas caracteriza a sua frota para gerenciá-la da melhor maneira.

Aqui você vai conhecer os tipos e os subtipos de frota.  

Tipos de frota: própria, terceirizada, mista e alugada

As definições dos tipos de frota podem parecer meio óbvias, até porque elas carregam a própria característica em seus nomes. 

Frota própria

Como o próprio nome sugere, essa designação se refere aos tipos de frota constituídas por veículos comprados pela própria empresa, em seu CNPJ. A vantagem é que os automóveis estão sempre à sua disposição e podem ser revendidos caso necessário. 

A desvantagem, porém, é que o gestor vai precisar estar atento a todas as burocracias como licenciamento, manutenção, documentação e seguro. 

Frota terceirizada

Este é um dos tipos de frota que se define pela locação de veículos de outra empresa, eximindo a frota de arcar com custos e controle que um carro próprio exigiria. Essa é sua principal vantagem. 

O gestor ainda ganha com a possibilidade de estar sempre operando com veículos novos. Como a locação desse serviço funciona geralmente por contrato, em cada renovação, pode-se optar por um automóvel mais atual. E ainda conta com suporte para as eventualidades.

Além disso, o gestor ainda libera mais tempo no seu cotidiano para investir em aprimoramento para sua frota, uma vez que não vai se preocupar com os processos burocráticos envolvidos nos veículos, já que a empresa proprietária é quem vai fazer isso.  

Frota mista

A nomenclatura pode definir dois tipos de frota. Ela se aplica às frotas que são constituídas por veículos próprios e terceirizados, como o nome sugere, mas também definem aquelas que são formadas por carros, motos, ônibus, caminhões etc, ou seja, diferentes tipos de veículos.

O interessante dessa combinação é unir o custo ao serviço, garantindo a melhor opção para a demanda.

Frota alugada 

Pode parecer redundante existir uma classificação assim para os tipos de frota, já que a terceirizada é definida dessa forma. Contudo, este tipo se refere aos aluguéis temporários de veículos para executar um serviço específico.

Exemplo: imagine que a frota vai realizar um evento no fim de semana, mas que nele vai ser necessário utilizar modelos que ela não possui. Para suprir essa demanda, ela pode alugar os veículos propriamente para esse fim.

Ou, imagine que uma frota de entregas local de móveis recebe um pedido rentável de fora do seu ambiente de atuação, e todos os seus veículos estão escalados para as entregas. Neste caso, o gestor vai avaliar se a locação apenas para essa finalidade se paga com o serviço. Se sim, vale a pena investir no aluguel de um veículo eventual para suprir esta demanda.

Além dos tipos de frota gerenciais, ou seja, da forma como cada empresa administra os veículos, há também as modalidades. Elas também carregam suas especificidades e, por isso, é preciso entendê-las. 

As modalidades de frota

As modalidades se referem à natureza da frota, que está intimamente ligada ao serviço que ela presta. Vamos a elas?

Frota comercial → Dentre os tipos de frota, este se refere a uma empresa que utiliza seus veículos para todas as suas atividades, desde a entrega de produtos até o deslocamento de funcionários.

Frota de entregas → Refere-se às empresas que utilizam os veículos majoritariamente para a entrega de produtos.

Frota de caminhões → Este é um dos tipos de frota que são especializadas em atuar com determinada espécie de veículos, neste caso o caminhão. Sua principal atividade se concentra no deslocamento de produtos por rodovias ou estradas mais longas e geralmente são utilizadas por empresas que precisam do transporte de produtos grandes ou de uma quantidade em larga escala.

Frota de aluguéis de carro → Utilizam apenas os automóveis de passeio para locação individual. O interessante dessa frota são os diferentes modelos de carros, que podem se adequar ao perfil do cliente ou da sua necessidade.

Frota de serviços públicos → Veículos utilizados por instâncias públicas para cumprimento de seus exercícios. Exemplos: carros de polícia, bombeiros, ambulâncias de hospitais públicos etc.

Frota carsharing →  Forma atual de utilizar o automóvel de outra pessoa que não o está usando no momento pretendido. Geralmente essa modalidade é administrada por aplicativos. 

Como administrar o meu tipo de frota?

Independentemente dos tipos de frota que existem, sua empresa vai necessitar que você a gerencie da maneira mais rápida e eficiente que puder. 

Isso vai exigir do gestor muito tempo para estudar o melhor custo-benefício dos combustíveis, para planejar as rotas, as manutenções e conferir a situação dos condutores, além de ter que ficar atento às multas cometidas pela frota.

Há quem ainda use as planilhas para gerenciar essas questões, mas aqui na Frota 162, nossa plataforma está reduzindo 80% de headcount no cotidiano dos nossos clientes, além da economia financeira.

Seja qual for o porte e em qual dos tipos de frota a sua se enquadre, nosso sistema vai te ajudar a gerenciar os documentos inerentes aos veículos e aos condutores, eliminando toda a burocracia ao centralizar todas essas informações em um só lugar.

Venha fazer um teste grátis da nossa plataforma! Você vai desejar tê-la conhecido antes.

CTA para os tipos de frota

© 2022 Frota 162 - Todos os direitos reservados.