Blog

WMS: o que é e por que é essencial para a logística de frota

Frota 162

31/08/2022

7 minutos

A otimização da logística dos armazéns é um imperativo de qualquer empresa, grande ou pequena, que pretenda manter elevados níveis de competitividade e eficiência. Atender a este imperativo hoje seria impossível sem um Warehouse Management System (WMS), um software de gestão de armazéns capaz de se adaptar às necessidades específicas e garantir o perfeito funcionamento da cadeia logística.

Entenda melhor sobre este sistema nas linhas a seguir.

WMS: o que é?

O sistema de gestão de armazéns é uma aplicação que apoia a empresa em todas as fases de organização e processos logísticos.

O software WMS é baseado em uma arquitetura do tipo cliente-servidor ou servidor web (nas soluções mais recentes) e deve ser capaz de integrar ambos com o sistema ERP (Enterprise Resource Planning), que gerencia a parte administrativa e qualquer outro software utilizado nos sistemas automáticos de armazenagem e movimentação dentro do armazém. 

Uma solução particularmente eficiente é, então, aquela em que o WMS também é capaz de controlar a automação em um nível baixo, o que permite melhorar o funcionamento e a capacidade do sistema.

O Warehouse Management System serve para otimizar a atividade de todos os recursos presentes no armazém: mercadorias, pessoas e veículos. Desde o rastreamento de produtos — que identifica a melhor localização para armazenamento — até as funções de picking, passando pelo controle de estoque e automação de recebimento de mercadorias, bem como o gerenciamento de embarques e rastreamento de Correios.

As funções desempenhadas por um bom WMS são diferentes e adaptáveis às necessidades específicas.

Entre as principais atividades que podem ser realizadas ou simplificadas pela utilização de um Warehouse Management System encontramos:

Identificação

Cada item que entra no armazém é identificado pela leitura do código de barras ou etiqueta RFID (Radio Frequency Identification). Assim, o WMS recebe e atualiza automaticamente as informações no banco de dados.

Picking

A presença de um WMS permite gerir de forma automática ou semiautomática a atividade de picking desde as prateleiras do armazém. Para cada item retirado, o código de barras é lido e as informações são atualizadas em tempo real.

Gestão de estoques e re-encomendas

O Warehouse Management System contém toda a informação relativa aos estoques em armazém. Ele monitora os limites de estoque mínimo e permite automatizar a encomenda de produtos.

Alocação

O WMS é capaz de definir e recomendar a melhor posição para a alocação de artigos, embalagens ou paletes, tendo em conta as necessidades do próprio armazém.

Rotação e movimentação

A utilização de um software de gestão de armazéns permite otimizar os tempos de movimentação da mercadoria, respondendo às necessidades de eficiência, de economia de tempo e de padronização dos movimentos — isso de acordo com as necessidades específicas. Também permite a rastreabilidade dos lotes e o registro de validade, prazo de validade e número de série.

Inventário

O WMS constitui também a base de dados do armazém. Nele, durante a fase de inventário, basta recordar toda a informação necessária para obter documentos claros e completos, atualizados em tempo real. No entanto, não deve haver confusão entre IMS (Sistema de Gerenciamento de Inventário) e WMS. O primeiro pode fazer parte do segundo, mas não o contrário.

Relatórios e Warehouse Analytics

A grande quantidade de dados contidos no WMS possibilita o processamento de relatórios e dashboards que analisam e avaliam o grau de eficiência do armazém, proporcionando uma visão clara, o que facilita qualquer aprimoramento.

Gestão de Pessoal

A gestão de pessoal pode ser considerada uma das atividades primordiais do WMS, pois é um dos fatores que mais influenciam os custos de gestão de um armazém. O software permite monitorar e verificar a gestão de pessoal, garantindo uma visão mais completa do desempenho dos colaboradores.

7 vantagens de adotar um WMS

Ter um WMS traz vantagens para a empresa que, já no curto prazo, afetam significativamente a eficiência dos fluxos e processos do armazém, seja um armazém tradicional, um armazém automático ou um 4.0.

Para resumir, podemos identificar sete benefícios associados à introdução de um Warehouse Management System:

Benefícios com o WMS

Contudo, a implantação e customização do WMS pode ser um tanto custosa e ele também pode demorar para ser introduzido.

As características de um bom WMS

O melhor WMS é aquele que atende às necessidades específicas da empresa e se adequa às necessidades típicas do setor em que atua.

No entanto, é preciso estar atento às características principais:

Capacidade de interação: o sistema deve ser capaz de conversar com todas as diferentes tecnologias (Wi-Fi, RTLS, Bluetooth, etc.) e com os dispositivos utilizados para aquisição de dados (terminais, leitores de código de barras, RFID, etc.).

Flexibilidade: deve ser possível atualizar, adicionar ou remover módulos de acordo com a evolução das necessidades relacionadas ao seu uso.

Capacidade de integração: um bom WMS deve ser capaz de se integrar aos sistemas às ferramentas que já estão em estoque ou que possam estar no futuro.

Personalização: ter a capacidade de satisfazer as necessidades de diferentes clientes sem a necessidade de desenvolver funções ad hoc, e sim uma versão padrão própria.

Além das funções básicas, um bom WMS oferece a possibilidade de integrar ou escolher diferentes módulos que respondem a diferentes necessidades decorrentes do tipo de armazém: tradicional, automático ou híbrido.

Dentre eles, os mais importantes são:

Seleção de voz

Voice Picking é uma tecnologia que utiliza dispositivos de síntese de voz para enviar comandos de voz ao selecionador equipado com fones de ouvido e microfone. O sistema é capaz de fornecer instruções, entender comandos de voz e permite que os operadores trabalhem com as mãos livres.

Seleção automática

O Picking Automático prevê a automatização — por meio de robôs antropomórficos — das atividades de picking, de acordo com as necessidades da empresa. Este módulo permite reduzir custos e otimizar processos, aliviando os colaboradores de tarefas pesadas e repetitivas, sujeitas a erros. Pode incidir na recolha de paletes, embalagens simples e em camadas, o que permite uma melhor gestão do estoque e o aproveitamento do espaço do armazém em altura.

RTLS

O RTLS (Real-Time Locating System) permite localizar paletes e empilhadeiras em tempo real por meio de coordenadas referentes ao espaço interno e/ou externo. Isso evita a necessidade de operações adicionais, possibilitando a memorização das coordenadas de armazenamento de cada palete, descartando a necessidade da leitura dos códigos de barras. O sistema também permite a constante atualização sobre o estado do estoque e visualização do mapa do armazém em gráficos 3D.

Integração com sistemas de transporte

O sistema de gestão de armazém pode ser a diferença na logística de um produto estocado — separação e envio. Aqui o WMS costuma atuar como ponte entre os sistemas e garante eficiência e clareza na passagem das informações. Muitas vezes também envolve a produção e impressão da guia de remessa e o monitoramento dos vários status da remessa.

Como escolher o mais adequado

É preciso ficar atento a algumas atribuições na hora de decidir por um WMS. Dependendo das necessidades de cada organização, é possível encontrar o software mais adequado.

Para escolher o WMS certo, sua empresa precisa:

Checklist para WMS

Para além do WMS

O WMS é um software totalmente dedicado à logística, mas existem outros sistemas que também podem aprimorar a gestão da sua frota. É o caso da plataforma da Frota 162.

Com ela você vai conseguir gerenciar todas as informações acerca das infrações e da situação das CNHs de seus condutores em apenas um lugar. O melhor de tudo é que estas informações são atualizadas automaticamente.

Em nosso sistema também é possível consultar as multas canceladas em todos os órgãos de trânsito presentes no território brasileiro com apenas um acesso. E também é possível avaliar indicadores e tomar decisões mais assertivas com base nesses dados.

Conheça a plataforma da Frota 162 e entenda como ela pode reduzir seus custos e otimizar seu tempo.

Banner do WMS
  • Compartilhar:

Comentários

Matérias relacionadas:

img post
31 de agosto de 2023

Frota 162 recebe investimento de 3 Milhões para alavancar crescimento

Leia a matéria

img post
7 de julho de 2023

Nova Lei de Trânsito 2023 entra em vigor: o que mudou?

Leia a matéria

img post

Gestão de Condutores: Qual a importância de fazer?

Leia a matéria

Assine a nossa
newsletter

    © 2022 Frota 162 - Todos os direitos reservados. | Desenvolvido por

    Layer UP